MATRICULA DIGITAL 2021

links patrocinados

Com os avanços tecnológicos existentes a nossa vida facilitou muito e em diversos setores. Inclusive, na hora de efetivar a matrícula dos nossos filhos o processo também está informatizado e hoje podemos contar com o sistema Matrícula Digital 2021.

Essa ação foi tomada visando facilitar a vida dos pais que não tem muito tempo disponível para se deslocarem até as escolas para matricular seus filhos, por exemplo.

Sendo assim, se você deseja matricular seu filho em outra escola, ou fazer a rematrícula do mesmo, não deixe de conferir o conteúdo de hoje até o final, pois iremos lhe revelar tudo sobre este novo sistema. Aproveite e faça uma excelente leitura!

O que é o Matrícula Digital 2021?

Como apontamos na introdução deste artigo, muitas escolas estão buscando informatizar os seus sistemas, através da criação de plataformas online, e no caso do Matrícula Digital 2021, os pais das crianças que desejam matriculá-las poderão fazê-lo de forma 100% online.

Boa parte dos estados brasileiros estão adotando o sistema de Matrícula Digital, principalmente neste período de pandemia, em que o isolamento social tornou-se uma necessidade emergente.

Como fazer a Matrícula Digital 2021?

Antes de mais nada, precisamos destacar que, a plataforma poderá sofrer algumas alterações de acordo com o estado brasileiro na qual for implementada.

links patrocinados

Para exemplificação de procedimento de matrícula, via sistema digital, utilizaremos o processo que é feito no Estado de Mato Grosso do Sul, pois mesmo que não seja este o estado do seu interesse, conseguirá ter uma boa noção de como entrar no portal do aluno, renovar a matrícula, etc.

O passo, portanto, envolve o seguinte procedimento:

PASSO 1 –  O primeiro passo envolve adentrar o sistema virtual do Matrícula Digital do estado de sua preferência. Exemplo: http://www.matriculadigital.ms.gov.br/

links patrocinados

PASSO 2 – No caso do seu filho já  estar matriculado na rede estadual e você deseja fazer apenas rematrícula anual, o sistema terá um item específico para este fim através do “Faça sua pré-matrícula”, que se encontrará presente no canto esquerdo da sua tela. No caso específico de alunos novatos, é só clicar no botão “Matrícula” e seguir todos os procedimentos que forem solicitados. Não deixe de inserir nenhum informação, para não correr o risco de sua matrícula ser invalidada.

PASSO 3 – Geralmente na tela seguinte, haverá uma solicitação de que você defina qual é o seu município de residência. Feito isso, clique na opção “Selecione a inscrição”.

PASSO 4 – Na sequência, será solicitado que você faça seleção do curso e o ano que deseja fazer a matrícula.

PASSO 5 – A seguir, informe o código do aluno e sua senha, clicando na sequência em “próximo”.

Atualmente, o sistema do Matrícula Digital 2021 é voltado para todos os alunos que sejam pertencentes às seguintes modalidades de ensino:

  • Ensino Fundamental;
  • Ensino Médio;
  • Ensino Médio com qualificação profissional.

Também é válido mencionar que, as matrículas digitais poderão ser feitas, tanto para escolas municipais, como para escolas estaduais, desde que o estado tenha aderido ao sistema.

Qual é a documentação exigida para matrícula?

Mesmo que o procedimento de matrícula seja 100% digital, existem algumas documentações que geralmente são cobradas pelas instituições, embora a lista que iremos apresentar a seguir possa variar de um lugar para outro. Veja quais documentos precisará no ato da matrícula digital 2021:

  • Inserção no sistema de duas fotos 3X4;
  • Cópia do CPF e RG (Também será preciso apresentar o original). Estes dois documentos devem ser apresentados, tanto o RG e CPF do aluno, como do seu responsável;
  • Cópia e versão original da certidão de nascimento (apenas se o aluno for menor de idade);
  • Apresentação de um comprovante de residência atualizado, podendo ser uma conta de celular, internet, luz ou água, desde que esteja no nome do responsável.
  • Apresentação do histórico escolar do aluno devidamente preenchido pela escola (neste caso será necessário nos casos de transferência de uma escola para outra);
  • Declaração da transferência do aluno feita pela escola anterior;
  • Apresentação de comprovante de escolaridade que seja preenchido pela instituição de ensino;
  • Cópia da caderneta de vacinação devidamente atualizada (comumente cobrada no ensino fundamental);
  • Apresentação de PCD, em caso de alunos com deficiência. Também é preciso apresentar um laudo médio que ateste o problema da criança e quais são os cuidados necessários a serem tomados por parte da escola, professores e colegas.
Além disso, precisamos destacar que, não basta simplesmente recolher toda essa documentação e fazer a inserção no Matrícula Digital 2021, pois existem prazos para isso. Geralmente o período de matrícula fica estipulado para os dois primeiros meses do ano.

Sendo assim, fique ligado para não perder o prazo e consequentemente a vaga desejada para o seu filho!

E aí? O conteúdo de hoje foi útil para você? No seu estado já existe Matrícula Digital? Já chegou a fazer uso do sistema? Como foi a sua experiência. Relate para a gente nos comentários!

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *